10 maio 2012

O que é romance?

Já estou na blogosfera há mais de um ano e li muitas resenhas e postagens relacionadas à livros durante este período. Tenho visto que muitos blogueiros não sabem a definição correta de romance. Não sou especialista em Literatura nem estou cursando Letras (pretendo começar em breve), mas aprendi muita coisa a respeito e gostaria de compartilhar com vocês. Fique a vontade para expressar sua opinião sobre o assunto. Estou aberta  a sugestões e correções.

Vamos começar. De acordo com o Dicionário Michaelis, Romantismo é:
"Movimento de escritores e artistas que, no começo do século XIX, afastaram-se das regras clássicas, preferindo a sensibilidade e a imaginação à razão."
E a definição de Romance é:
"¹ Narração em prosa. ² Enredo de coisas inacreditáveis. ³ Caso amoroso."
Romance, na prática, pode ser usado tanto para a Literatura quanto para o Cinema. No cinema usam esse termo (a definição n. 3) para definir filmes melosos, com a mocinha, o vilão ou a vilã e o mocinho, final feliz e coisa e tal. Mas na literatura, esse termo é usado (ou é para ser usado) de maneira diferente.

Preparem-se para uma grande repetição da palavra romance, a seguir.

Existem várias categorias que se enquadram no gênero romance. Há romance sobrenatural, romance romântico, romance de suspense, romance histórico, romance clássico, romance chick lit, romance de banca, romance dramático, romance distópico, romance biográfico, romance erótico, romance policial...

Porém, poucas pessoas sabem disso. O termo é usado, por muitos, para definir livro românticos, o que está, de certa forma, errado. Romance é todo livro que conta uma história real ou fictícia, com personagens que realmente existiram e/ou criados pelo autor, em cenários no passado, presente ou futuro, ou quem sabe, misturando tudo. Isso é romance.

Definindo alguns tipos de romance:

Romance clássico: Trama criada por um autor, mostrando sua visão sobre a sociedade e política em que vivia, que hoje não são vistas da mesma maneira que fora mostradas no livro. Ou seja, romances que mostram uma realidade diferente da vivida atualmente. Exemplos: Orgulho e Preconceito - Jane Austen; Os miseráveis - Victor Hugo.

Romance bibliográfico: Conta a vida de alguém que realmente existiu, misturando realidade com ficção. Exemplos: A esposa Bórgia - Jeanne Kalogridis; Eu fui a melhor amiga de Jane Austen - Cora Harrison.

Romance chick lit: Chick lit é um gênero ficção dentro da ficção feminina, que aborda as questões das mulheres modernas. Chick-Lits são romances leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa. Exemplo: Os delírios de consumo de Becky Bloom - Sophie Kinsella.

Conseguiram entender as diferenças entre os tipos de romances? Vamos ver outros tipos de livros?

Livros didáticos/pedagógicos: Usados para o ensino.

Biografia: Relata a vida de alguém, somente com fatos e citações; sem misturar realidade e ficção.

Livros técnicos: Usados para pesquisas sobre assuntos específicos, na maioria das vezes, usados por universitários.

Livros específicos para pesquisa: Aqueles com assuntos diversos destinados à pesquisa. Exemplo: Barsa.

Historicamente falando, é difícil entender. Romance está relacionado ao Romantismo, uma das escolas literárias, certo? Mas os livros que surgiram em outras escolas, como no Arcadismo, Naturalismo, Realismo etc, também são romances, porque se enquadram nos conceitos mostrados acima. Só que o conteúdo varia conforme a Escola e seu contexto literário. Realmente é muito complexo esse termo.


Em resumo: nem todo livro é romance e nem todo romance é romântico.


Fonte: Dicionário Michaelis e Wikipédia.

5 comentários:

  1. Adorei o post!!!
    Muita gente tem problema em entender o porque do livro ser classificado como romance.
    Eu mesma já me confundi algumas vezes.
    Seu post esta esclarecedor, muito bom!
    Beijos, Amanda!

    ResponderExcluir
  2. ÓTIMO post, totalmente perfeito!
    Adorei, flor!

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaaadorei! Muito legal seu post, querida. Gostei de verdade. Uma ótima ideia juntar as definições de romance e diferencia-las. Parabéns!

    bjos!!

    ResponderExcluir
  4. Acho que sempre teremos problema em relação ao romance. Sua post foi esclarecedor e é legal ver que não existe só um tipo, ele se desdobra e isso é uma forma de ampliar um assunto para ele poder ser explorado de mais um jeito.

    Adorei. Beijo Amanda.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Literatura em Série. Irei visitar seu blog e responder seu comentário assim que possível.

- Os comentários não são moderados, porém, o respeito deve prevalecer. Sua opinião será bem vinda, desde que não seja ofensiva.

- Não aceitarei comentários com nenhum tipo de divulgação. Quer divulgar seu blog, tenha mais trabalho. Entre na página de contato, preencha o formulário corretamente e eu visitarei com prazer.

Fique ligado no blog sempre trazendo uma novidade pra você.