Exercícios de produção e coesão textual

Página Inicial

Exercícios de Literatura sobre produção e coesão textual sugerido para o Ensino Médio, preparatório para vestibular e ENEM.

Livros
by Pixabay

Exercícios de produção e coesão textual


Texto 1


1 -Leia as introduções de textos dissertativos abaixo e reconheça os tipos de parágrafos predominantes: pergunta, exemplo, comparação, definição.
a) Ernst Haeckel, biólogo alemão (1834-1919), criou em 1866 a palavra ecologia e definiu o seu significado: o estudo do inter-retrorrelacionamento de todos os sistemas vivos e não vivos entre si e com seu meio. De um discurso regional como subcapítulo da biologia, passou a ser atualmente um discurso universal, quiçá de maior força mobilizadora na virada do milênio. (BOFF, Leonardo. Folha de S. Paulo, 12/5/1996.)
b) Quem não se orgulharia de ter um filho que aprendesse a ler sozinho aos três anos de idade? Ou que, aos cinco, brilhasse nos palcos tocando piano com o virtuosismo de um Mozart? Ou, ainda, que pudesse competir com uma calculadora na resolução de complicadas equações matemáticas? Mas e se o orgulho do pai fosse uma criança solitária, incompreendida por colegas de sua idade, precocemente jogada no mundo dos adultos? Valeria a pena investir no seu talento? (Globo Ciência, ano 5, nº 53.)

Texto 2


2 - O texto abaixo é uma redação escrita por um candidato ao vestibular da FUVEST de 2010, cujo tema proposto foi “Um mundo por imagens”. Após a leitura, faça as atividades propostas.
Sem limites
Não há limites para o imaginário humano. Mesmo em condições adversas, o homem é capaz de criar representações da realidade, seja com a intenção de mudar uma situação vigente, seja para sair da rotina monótona do cotidiano ou fugir de uma realidade hostil à vida. Essas imagens exercem um importante papel na alma humana e vão muito além da conotação recreativa, elas formam a esperança e, em alguns casos, podem determinar a sobrevivência do indivíduo.
No filme “A vida é bela”, cujo contexto é o da Segunda Guerra Mundial, um homem, prisioneiro em um campo de concentração, tece uma gama de imagens positivas e divertidas para que seu filho, uma criança, pense estar em meio a uma brincadeira. Nesse caso, a figura da realidade por meio da inventividade humana, significou o alheamento do indivíduo, mas isso lhe garantiu a sobrevivência, pois o garoto resiste até o fim para que possa receber sua recompensa.
No filme “O náufrago”, o personagem interpretado por Tom Hanks imagina uma bola falante dotada de pensamento, a qual foi dada o nome de Wilson. Essa criação do náufrago evitou que a solidão o levasse à loucura e ao suicídio até ser resgatado. Ambos os exemplos dados são substituições da realidade por imagens, visando o “eu”, assim como ocorre na sociedade atual, em que o individuo cresce, a competição acirra-se e cria-se uma realidade hostil; a fuga torna-se uma questão de sobrevivência.
Luther King, ao proferir a frase “I have a dream”, referia-se à imagem criada por ele de um mundo melhor, em que o convívio entre brancos e negros fosse pacífico. A 29 realidade, entretanto, era marcada por um verdadeiro apartheid, ataques de organizações como a ku klux klan, numa espécie de caça às bruxas. Após King, muito da intolerância diminuiu. A imagem criada por um homem salvou o coletivo.
Dessa forma, nem somente para fugir da realidade servem as imagens. Elas exercem papel fundamental na transformação do mundo, o qual de hostil pode tornar-se melhor, como o conseguido por King. Disponível em: http://www.fuvest.br/vest2010/bestred/temared.html

Atividades


Observe no texto as palavras destacadas em negrito. Elas estabelecem relações de sentido entre palavras e enunciados. São chamadas de recursos de coesão textual.
a) No primeiro parágrafo, que sentido a conjunção ou, destacada no texto, expressa?
b) No segundo parágrafo, que sentido tem as conjunção mas que inicia o período?

Vamos agora analisar alguns tipos de argumentos utilizados no texto.

a) No quarto parágrafo, que tipo de argumento foi usado? 

.



Clique no ícone abaixo e compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

Comentários