terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Primeira Comunhão

Primeira Comunhão, de João da Cruz e Sousa (Nossa Senhora do Desterro, 24 de novembro de 1861 — Curral Novo, 19 de março de 1898) foi um poeta brasileiro.  Com a alcunha de Dante Negro ou Cisne Negro, foi um dos precursores do simbolismo no Brasil. (Wikipedia


Primeira Comunhão



PRIMEIRA COMUNHÃO


 Grinaldas e véus brancos, véus de neve,
 Véus e grinaldas purificadores,
 Vão as Flores carnais, as alvas Flores
 Do Sentimento delicado e leve.

 Um luar de pudor, sereno e breve,
 De ignotos e de prônubos pudores,
 Erra nos pulcros virginais brancores
 Por onde o Amor parábolas descreve...

 Luzes claras e augustas, luzes claras
 Douram dos templos as sagradas aras,
 Na comunhão das níveas hóstias frias...

 Quando seios pubentes estremecem,
 Silfos de sonhos de volúpia crescem,
 Ondulantes, em formas alvadias... 


Cruz e Sousa
Broquéis


Por Literatura em Série

Veja também:


Compartilhe nas Redes Sociais!
compartilhe compartilhe compartilhe compartilhe


Observação:
Ressalvados os casos indicados ao contrário, as obras aqui publicadas tem como fonte material em Domínio Público, sendo obras livres em razão de alguma das hipóteses previstas na Lei de Direitos Autorais Lei Federal nº 9.610/98. Busca-se preservar ao máximo a grafia original. Para mais informações confira os Termos de Uso.


Blog especializado em Literatura com fins educativos. Principais temas abordados: literatura universal, literatura nacional, escritores, poemas literarios, livros e autores da literatura brasileira. Sugerido para elaboração de resumo e resenha.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.